12
set
2016
Encerramento do blog, lesão no quadril, notícias….

Pessoas!

Título múltiplo para assuntos múltiplos num só post!

Senta que lá vem a história…

Vim agora de Floripa para Balneário Camboriú lembrando de uma coincidência…

Comecei o blog depois de uma cirurgia no joelho, consumindo muito, usando muito o cartão, e estou encerrando o blog com uma lesão no quadril, consumindo pouco, reduzindo uso do cartão e remodelando a vida…

Pois é, a vida prega peças na gente o tempo todo, de uma hora pra outra e tudo dá reviravolta e faz a gente parar pra pensar, e pensar muito por sinal….

Quando comecei o blog, meu intuito era mostrar para as pessoas amigas, o que eu estava consumindo e comprando compulsivamente… e isso foi aumentando, aumentando, ai veio a Loja Usei Meu Cartão, a virtual, depois vocês acompanharam toda minha mudança de vida de cidade, de separação de ex marido e de cachorra filha mais nova, acompanharam toda a evolução do meu joelho, todo o pós operatório traumático, quando larguei as muletas depois de 1 ano e 6 meses, a abertura e encerramento da loja física de maquiagens Usei Meu Cartão, minha mudança para Balneário Camboriú, enfim…tudo eu compartilhei com vocês….

Aliás, compartilhei tanto que fui julgada por muita gente, principalmente família…Mas tudo bem…

E agora, depois de MUITO pensar, MUITO colocar prós e contras, decidi encerrar o blog Usei Meu Cartão…

Decisão essa, que está sendo tomada depois de muito conversar com terapeuta, coach, amigas e perceber que eu mudei, e mudei MUITO desde que tudo começou por aqui… Aquela Juliana que todos conheceram há mais de 4 anos atrás, não existe mais 100%.

Muitos não sabem, mas eu luto contra o consumismo compulsivo há MUITOS anos. E o blog acabou ajudando a “piorar” e “melhorar” a situação.

Fiz terapia por muitos anos, diagnosticada como Compradora Compulsiva, fui a psiquiatra, que me mandou embora dizendo que eu só era sem vergonha mesmo, e que adorava gastar e sabia muito bem a diferença entre o que era certo e errado, coisas q quem é doente de verdade não consegue distinguir.

Fiz processo coach direcionado pro consumismo compulsivo, tive terapia intensiva do meu grupo de amigas 24h por dia, inclusive com fiscais durante o processo de mudança…

Ou seja, em toda essa mudança, nesses anos, atualmente estou em uma fase de conscientização de que não preciso de nada, que não preciso mais comprar por impulso tudo o que eu amo de paixão e aparece na minha frente.

Hoje consigo ir num shopping e sair sem sacola nenhuma. Hoje eu consigo dizer: “não posso, não preciso.”

Consegui até cancelar 4 dos meus 19 cartões de crédito! Já estou vendo a sua cara de assustada lendo isso. Mas sim, tenho muitos cartões de créditos, muitas faturas mensais…

Pessoas normais, que tem tudo controlado, não conseguem entender minha realidade, o que se passa na minha cabeça, etc… Quem não sabe, eu venho de uma família com boas condições de vida, meus pais tem uma vida muito boa, e se não fossem eles, eu não teria nada e estaria afundada em dívidas de cartões de créditos e empréstimos… não que eu não tenha, mas eles me ajudam como podem e agradeço muito por isso.

Mas resumindo a situação, eu mudei, e pra continuar ainda mais com a mudança e melhora contínua, eu não tenho mais a necessidade de continuar com esse blog, com esse nome, com esse fim. Atualmente, nas redes sociais, eu só posto meu dia a dia pra vocês… alias, faz tempo que não mostro compras usando o cartão…e mesmo pq eu tive que parar de postar por causa das fiscais e da minha família…muito tempo enrolei todo mundo, dizendo que não estava comprando, mas no fundo comprava escondida…

E é isso…o blog não tem mais tal finalidade. Então decidi encerrar, pra colocar um ponto final nesse ciclo de vida e começar (continuar) um novo ciclo. Até mesmo pq manter o blog no ar, sem conteúdo, tem gastos mensais.

Gosto de escrever, tenho muita vontade de escrever um livro contando minha história, e por isso já tenho planos pra ter outro site, mas com outra identidade, outro fim. Aliás, tenho muitos planos para um futuro próximo, e que de alguma maneira, quem me acompanha, vai acabar sabendo de todas novidades!

E só não posso fazer acontecer mais rapidamente, exatamente pela lesão no quadril que comentei no início com vocês….

Descobri em julho, uma lesão muito séria no meu quadril, no lado direito do corpo. Por mais de 5 meses eu negligenciei uma dor que eu sentia, joelho inchado, mesmo depois de quase 5 anos de cirurgia no joelho, achando que a dor ia passar… Se eu tivesse ido antes no médico, talvez eu não estivesse tão perto (exatos 1mm) de ir pra cirurgia de raspagem de osso no quadril.

Resumidamente, no quadril tem dois ossos, entre eles tem um tal de labrum, que eh como se fosse o nosso lábio da boca, que fica entre eles pra não se “roçarem” e esse labrum se rompeu completamente e eu estou com um osso raspando no outro.. isso causou a inversão da rotação do meu quadril pra dentro, quando ele precisa estar virado pra fora, e acentua mais ainda essa raspação toda… Com isso, e com minha negligência toda, causou uma bursite e tendinite nas coxas, e meu joelho direito começou a ter algumas inflamações…

labrum

Quem quiser saber mais, tem informações AQUI.

Resumindo mais ainda: to FU!

Mas só acreditei mesmo que eu precisava PARAR minha vida toda, quando na terceira consulta, depois de trocentos mil exames, artroressonancia, ressonância magnética e afins, quando minha mãe foi me acompanhar, e meu médico (que é amigo da família há anos e foi quem cuidou do meu joelho), olhou pra minha mãe e falou: por favor, pede pra ela parar com tudo, pq senão ela realmente vai acabar na cirurgia e na cama.

E com mãe não tem nenhum pio, não é mesmo?!

Cirurgia eu me nego a fazer novamente, moro em cidade diferente da minha família e amigas, e sem chances. Então pedi pra ele o que fazer, e estou fazendo tratamento intensivo em Floripa, já que toda equipe médica é lá, e foram eles que cuidaram do meu joelho (matando saudade de todo mundo!), e fazendo fisioterapia “cotovelar”, onde o fisio vai liberando a musculatura atrofiada da bursite e tendinite, e logo depois, vou pro treinamento direcionado para lesão específica, que é tipo um treinamento funcional, com personal, porém eles são treinados pra “recuperar” a lesão.

Me perguntam: Mas como isso aconteceu?

Ninguém tem ideia! Possíveis causas: Logo após a recuperação da cirurgia do meu joelho, eu precisava fortalecer, pois fiquei sem massa magra e não tinha força muscular na perna…

Acabou que fiz 11 meses de pilates, e me dei alta…Bem lindo pra minha cara!

Eu não tinha ainda musculatura suficiente, e fiquei até começo do ano sem exercícios.  Só que antes disso, fiquei solteira, lembram? E quem me acompanha, sabe que há mais de 1 ano e meio eu vou quinta, sexta e sábado pra balada sertaneja, que eu AMO de paixão dançar e curtir!

Então a equipe médica acha que, eu sem fortalecimento muscular, sem massa magra, dançando funk até o chão nos intervalos, rebolando a noite toda, e começando a caminhar na orla de Balneário, sem acompanhamento, resultou na lesão.

Hoje, eu entendi, depois de 3 fisioterapeutas, 1 médico e 2 personais trainers me explicarem didaticamente, que eu nunca mais posso ficar sem exercício físico na vida. Justo eu, a pessoa que sempre fugiu de academia.

Por isso que eu falo: não é a toa que as doenças e afins vem pra gente. Elas vem com intuito de mostrar “opa, ta fazendo algo de errado ai”! Para tudo e conserta a vida!

Relutei, mas precisei parar minha vida por completo. Eu estava numa maratona de viver a vida intensamente, cada segundo, e aproveitar o hoje.

Parei baladas (2 meses sem ir, chorando largada, pq eu gosto de verdade de dançar e cantar!), não posso andar saracutiando por ai, tive que reeducar meu corpo pra sentar, pra dirigir, pra andar, pra parar em pé, porque não posso sentar com ângulo de 90 graus, reta, tenho que sentar quase deitada. Ah, também não posso mais cruzar as pernas! Acreditem, isso piora MUITO!!

Estou tomando um combo de remédios fortes que me deixam com sono, e quem está perto de mim pede pra Juliana antiga voltar a ativa.

Tenho que ficar o máximo de tempo que posso em repouso, então minha vida se resume hoje a ir pra Floripa 2x por semana fazer tratamento, voltar pra casa e sair o menos possível de casa e ficar deitada na cama (ainda bem que as minhas lojas são virtuais!), mesmo pq eu sinto dores muito fortes, tem dias que não consigo andar, mas a gente aprende a conviver.

Hoje eu tenho compaixão por pessoas que dizem sentir dor forte. Viver com dor acaba com nosso humor, com a nossa rotina.

Já entrei em pânico, já chorei, já entrei no modo depressão por uns dias, mas não adianta. Tenho que encarar a realidade e fazer tudo certinho pra em pouco tempo estar de volta a vida normal.

Melhorar eu só melhoraria mesmo com a cirurgia, mas evito esse assunto.

Meu fisioterapeuta tem a mesma lesão que eu, e ele convive com ela há anos e não operou. To junto com ele na decisão.

Reeducar a vida é menos complicado. Prefiro.

E é isso! Encerro o blog por aqui, e tenho uma gratidão ETERNA por tudo que ele me proporcionou nos últimos anos!

Foram pessoas incríveis que conheci, vivências, experiências, consumos (heheheh)…

Mas principalmente pessoas! Algumas das melhores pessoas da minha vida, eu conheci por causa da internet, do blog, da loja.

Então meu agradecimento vai pra cada um de vocês que me acompanha desde o início ou não, mas que fez parte da minha vida de alguma maneira. Muito obrigada!!!

Pra quem não sabe, estou com 3 lojas virtuais nas redes sociais! Grupo Usei Meu Cartão de lojas continua na ativa!!!

  • Encerramento da Loja de maquiagens, com maquiagens a preço abaixo do custo, só para acabar estoque;

instauseimeucartaoloja

  • Brechó virtual de mostruário da loja de maquiagens e desapego de tudo que sempre comprei e que não tem mais utilidade;

instauseimeucartaoenjoei

  • Loja de Lingerie, que logo logo estará com site no ar! Por enquanto vendas através das redes sociais!

instauseimeucartaolingerie

E o Instagram @useimeucartao eu transformarei para meu instagram pessoal!

 

Relembrando as redes sociais (Instagram e Facebook sempre mesmo nome):

Um grande beijo no coração de vocês e me acompanhem nas redes sociais!

Juli Rigon

 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
E aí?
  • Quero! (0)
  • Aprovado (1)
  • Não curti (0)
Categorias: Dicas
2
gravatar
Manuela
setembro 13th, 2016 às 06:14

1

Juli, não podemos mudar a força e a direção dos ventos, mas podemos adaptar e ajustar nossas velas. Nada acontece por acado ou fora do contexto. Que você tenha muito sucesso na recuperação do quadril, na cidade nova, no próximo site. E mande notícias!! Bons ventos!!!

gravatar
Raphael
setembro 13th, 2016 às 13:15

2

Ju, torço muito por sua melhora, quero voltar a ver esse seu sorriso maravilhoso e essa sua alegria contagiante logo!! Mesmo q de longe!
Adorei demais ter te conhecido, se cuide!! E melhoras!! Beijos!